ABEV3: Ações da Ambev operam com tendência indefinida no curto prazo, aponta análise técnica

[ad_1]

As ações da Ambev (ABEV3) operam praticamente no zero a zero no acumulado de 2023 e registram uma tendência indefinida, conforme o analista técnico da Top Gain, Mathues Lima.

Neste mês de agosto, os papéis recuam 2,42%, entretanto avançam sobem 3,7%, em três meses, e 11,37% em seis meses. No pregão desta terça-feira, recuaram 1,2%, a R$ 14,50.

Conforme Lima, se observa [conforme gráfico abaixo] que as ações da Ambev buscaram regiões de topos anteriores no curto prazo, mais especificamente em R$ 15,78, “onde tivemos a atuação agressiva da ponta vendedora, o que não permitiu o rompimento desta região de topo.”

Neste sentido, aponta ele, as ações encontram-se em consolidação, entre os preços de R$ 15,78 e R$ 14,47, “região em que houve o rompimento de sua LTA (linha de tendência de alta), porém de maneira lateral.”

“Enquanto não houver o rompimento da resistência ou do suporte dessa consolidação, as ações continuarão com uma tendência indefinida”, disse.

Por outro lado, acrescenta, caso haja a perda do suporte, “teremos os próximos pontos a serem testados em R$ 13,96, R$ 13,67, R$ 13,18 e o fundo em R$ 12,60“.

A próxima região de resistência está no topo dos R$ 16,16, completa ele.

Ebook Gratuito

Análise de Balanços

Cadastre-se e receba um ebook que explica o que todo investidor precisa saber sobre os resultados das empresas

Gráfico diário Ambev: agosto/22 a agosto/23

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambev; ABEV3; analise técnica; análise gráfica; swing trade
Fonte: ProfitChart. Elaboração: Matheus Lima, até 7/8

ABEV3: Análise técnica

Já para no médio prazo, Lima aponta que se verifica que as ações estão trabalhando acima da LTA que foi traçada desde o fundo de março de 2020, “porém vêm rejeitando há algum tempo a região de resistência relevante, entre R$ 15,47 e R$ 16,78.”

Para ele, após o teste nesta região de resistência, as ações podem ter uma correção para um novo teste na LTA, nos patamares de R$ 13,41 – “ponto que deverá ter a atuação da ponta compradora, levando os preços para mais um teste na resistência.”

“Vale ressaltar que os compradores se mostram cada vez mais interessados em adquirir estas ações a preços mais elevados, enquanto os vendedores atuam agressivamente apenas na região de resistência citada”, analisa.

Caso haja o rompimento da região de resistência, Lima diz que os próximos pontos a serem testados serão R$ 18,40 e sua máxima histórica, em R$ 21,20.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já os suportes ficam em R$ 13,41, R$ 12,42, R$ 10,90 e R$ 9,38, finaliza ele.

Gráfico semanal Ambev: janeiro/18 a agosto/23

Ambev; ABEV3; analise técnica; análise gráfica; swing trade
Fonte: ProfitChart. Elaboração: Matheus Lima, até 7/8

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

[ad_2]

Fonte-Infomoney

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *